domingo, 6 de dezembro de 2009

Por via das dúvidas

Eu prometo
que vou te esperar
sem tropeço

Eu prometo
que só vou falar
com quem conheço,
mesmo assim,
com algum receio

Eu prometo
que só vou estar
com quem mereço,
mesmo assim,
só no bar do Alfredo

Por isso mesmo
eu te peço:
meu amor, volte cedo.

6 comentários:

  1. E eu prometo,
    minha cara amiga,
    que vou te publicar no Balaio.

    Um beijo. Um cheiro.

    ResponderExcluir
  2. Promessa feita,
    promessa cumprida.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. É de uma boniteza só...

    ResponderExcluir
  4. o chalé está muito bem decorado com suas poesias.
    bjs e parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir